fbpx

O cabelo é um símbolo de vitalidade e saúde, e para muitos é considerado uma das características mais fortes de beleza e mutas vezes pode representar a personalidade de cada ser. A queda de cabelo tem sido um problema muito recorrente tanto em homens quando em mulheres, muitas vezes podendo ser a causa de baixa autoestima, causando consequente, mudanças de humor. Isso acontece devido á inúmeros motivos. Para saber mais é necessário que se entenda que existem três fases básicas no ciclo capilar (Figura 1), a fase anágena, na qual dura de 2 a 6 anos, é a fase responsável pela produção do fio de cabelo. Nesta fase as células da matriz do folículo estão se proliferando em grande quantidade para formar o fio, assim consumindo muita energia. A duração da fase anágena é responsável também por determinar o tamanho máximo que o cabelo vai conseguir alcançar, sendo assim cada indivíduo tem uma resposta diferente do organismo, algumas com fase de 2 anos tendo um cabelo mais curto e outras com crescimento de até 6 anos com um cabelo muito maior.

Em seguida, começa a fase catágena, durando de 2 a 3 semanas, na qual a produção de cabelo para e o folículo vai reduzindo seu tamanho, assim se tornando mais superficial, mas menos de 1% dos folículos do coro cabeludo estão nessa fase. Para finalizar o ciclo, existe a faze telógena, durando em média de 2 a 3 meses, no qual o folículo é preparado para se soltar do fio e entrar em um novo ciclo capilar, ou seja o fio se prepara para cair com isso ele forma uma “capa branca” na parte superior.

A perda de cabelo é considerada normal, um ser humano perde em trono de 50 á 150 fios por dia, isso tudo conforme planejado pelo próprio organismo, porém existem alguns problemas que podem acelerar esse ciclo, tais como alteração do metabolismo de andrógenos, problemas genéticos e até mesmo estresse.

Levando em consideração o ciclo de vida do cabelo, para prevenir a queda, é necessário que o ativo utilizado tenha capacidade de manter um longo ciclo na fase anágena e um curto período telógeno. Baicapil é uma combinação sinergética de três plantas, Scutellaria baicalensis germinada de Triticum vulgare e Glycine max.

A Scutellaria baicalensis, na qual é conhecida como escutellaria asiática, é uma das 50 ervas fundamentais para a medicina tradicional chinêsa, sendo usada também no Nepal, Japão e na Coréia. Por milhares de anos, a raiz de S. baicalensis foi usada para preparar Huang Qin, um medicamento tradicional para curar nervosismo, hipertensão, problemas respiratórios e para aliviar e desintoxicar processos febris. Huang Qin é amplamente usado hoje nos países do sudeste asiático como tratamento de doenças inflamatórias, hepatites, tumores e problemas gastrointestinais. A composição química das raízes da escuterillaria asiática são caracterizadas por seu alto teor de flavonóides, que são compostos encontrados em alimentos, e na escuterllaria, que tem função antioxidante, anti-inflamatório e podem prevenir doenças. De um total de 26 flavonóides identificados, cinco deles são C‐ glicosídeos, doze são O-glicosídeos e os nove restantes são aglycones.

Já os  brotos de soja (Glycine max.) e trigo (Triticum vulgare) ricos em açúcares, nos quais passam por um processo de germinação, consistindo na transformação de um embrião em uma planta adulta. O broto é obtido a partir de sementes, utilizando exclusivamente água para germinação, sem pesticidas e outros aditivos químicos. Este processo para após 3 dias, sendo o tempo necessário para as biomoléculas ativas atingem níveis máximos (peptídeos, aminoácidos, oligossacarídeos, glicose).

Desta forma o Baicapil fornece açúcares adicionais aos folículos, que entram no ciclo do ácido cítrico e aumentam a respiração celular, aumentando o tempo da fase anógena. Nos testes in vitro feitos com o Baicapil foi analisado que, tanto as mitocôndrias isoladas como células intactas aumentam o consumo de oxigênio. Assim aumentando a produção de ATP, responsável por fornecer energia celular necessária para o crescimento capilar, seu desenvolvimento e sua manutenção. Baicapil também mostou eficácia na proteção celular contra o estresse oxidativo, que pode aparecer como consequência da alta produção de energia celular (ATP). Baicapil leva nutrientes tornando os folículos mais ativos e proliferantes. Isso gera uma indução do crescimento do cabelo, aumentando a densidade capilar e prolongando a fase anágena (Figura 2).

Pin It on Pinterest

Share This
Iniciar chat
1
Mais informações
Powered by Join.chat
Olá! Estou à disposição para qualquer informação!