fbpx

Uma das principais chaves para recuperar ou manter a saúde do corpo, é mantê-lo nutrido através de subsídios de qualidade que forneçam às células capacidade de replicação, além da ativação de enzimas e do funcionamento adequado do metabolismo. Quando o organismo não tem o aporte adequado de oligominerais às necessidades, o corpo começa a perder energia e manifestar as mais diversas doenças, sejam físicas e até mesmo emocionais. Oligominerais, também chamados de metaloides ou elementos traços, são micro-minerais, ou seja, minerais de peso molecular muito baixo, sendo encontrados em quantidades ínfimas, ou seja, mínimas em nosso organismo, porém que desempenham importante papel em nossa saúde. Alguns exemplos de oligominerais são o manganês, cobre, cobalto, ouro, prata, selênio e mais algumas dezenas encontradas ao longo da história e que desempenham algum tipo de função no organismo. É importante afirmar que o corpo humano não produz esses elementos, então são completamente dependentes da obtenção através da alimentação ou suplementação. Porém ainda assim a reposição através da alimentação é comprometida, sendo difícil ingerir as quantidades totais necessárias ao organismo, pois a qualidade dos alimentos diminuiu muito, seja pela alta utilização de agrotóxicos ou até mesmo por desastres ambientais que empobreceram nossos solos, mas principalmente pela alta ingestão de alimentos industrializados. Os oligominerais possuem uma ação sistêmica, ou seja, sua carência pode refletir em dezenas de sintomas. A função básica de todo oligomineral é ser co-fator para algum processo enzimático, sendo que irão atuar como um catalisador, diminuindo a Energia de Ativação e consequentemente aumentando a velocidade de uma reação. Os oligominerais atuam também interagindo com nosso RNA e DNA (material genético), podendo controlar a transcrição de uma série de proteínas, além de evitar o encurtamento dos telômeros, garantindo a adição de sequencias específicas e repetitivas de DNA. Cada oligomineral será utilizado em maior ou menor quantidade em algum processo. Dependendo da carência específica de um ou de um conjunto, manifestamos os mais diversos sintomas, como: enfraquecimento do sistema cardíaco, respiratório, alergias em excesso, dificuldade de cicatrização, doenças de repetição, além de depressão, ansiedade, estresse e principalmente alterações estéticas na pele. É preciso pensar que a biodisponibilidade desses micromateriais já é baixa o que leva ainda mais a necessidade de reposição tópica através dos cosméticos em se tratando da saúde, equilíbrio e beleza da pele.

Este ativo está presente nos produtos abaixo:

Pin It on Pinterest

Share This
Iniciar chat
1
Mais informações
Powered by Join.chat
Olá! Estou à disposição para qualquer informação!