fbpx
(11) 4161-8450
Vamos revender Bel Col? Clique aqui e descubra como
Nanopartículas lipídicas biodegradáveis
« Voltar para glossário

Nanopartículas lipofílicas preparadas com a associação inédita de sinefrina, diosgenina, diidromiricetina, escina e cafeína, as quais possuem efeitos complementares no tratamento da celulite, aliados à hidratação e emoliência fornecida pelo óleo de arroz. Possui uma ferramenta tecnológica extremamente eficiente, proporcionando às substâncias ativas o tamanho adequado e as características físico-químicas ideais para penetrar nas camadas mais profundas da pele. O controle do tamanho de partícula, bem como do material constituinte da mesma, são parâmetros tecnológicos fundamentais para a potencialização da atividade dos ativos. Dentre os constituintes das Nanopartículas, a sinefrina é uma substância extraída da laranja amarga, uma espécie de laranjeira (Citrus aurantium). Seu potencial se deve à sua semelhança estrutural com a efedrina e a fenilpropanolamina que, quando utilizada em emulsões de uso tópico, age estimulando a microcirculação e a termogênese (liberação de calor) da pele. Desta forma, promove a drenagem dos tecidos, liberando o acúmulo de líquido existente e, consequentemente, a diminuição da celulite. A sinefrina apresenta potente atividade lipolítica, ou seja, de quebra de gorduras, por aumentar a atividade celular através do aumento de AMP cíclico. A escina é uma mistura de saponinas extraída das sementes da castanha da índia (Aesculus hippocastanum) que apresenta propriedades anti-inflamatória, venotônica e antiedematosa, inibindo as enzimas que quebram o ácido hialurônico, o colágeno e a elastina, atuando como antioxidante. O estudo da escina para o tratamento da celulite fornece explicação bioquímica para sua eficácia, pela recuperação da integridade do ácido hialurônico, do colágeno e da elastina, componentes responsáveis pela reconstrução da matriz que forma a estrutura extracelular e que proporcionam firmeza para a pele. Esta substância também é responsável pela ativação da microcirculação. A cafeína é uma metilxantina, inibidora da enzima fosfodiesterase. Esta enzima, quando inibida pela reconstrução da matriz que forma a estrutura extracelular e que proporcionam firmeza para a pele. Esta substância também é responsável pela ativação da microcirculação.A cafeína após seu uso tópico, aumenta a concentração de AMP cíclico dentro das células, o que estimula a atividade da enzima lipase e resulta na quebra de triglicerídeos.

A diosgenina é uma saponina esteroidal obtida da Dioscorea spp. (inhame). Essa saponina é um precursor natural de hormônios esteroidais, possuindo a propriedade de inibir o armazenamento de material lipídico no tecido adiposo através da inibição da absorção do colesterol. Além disso, a diosgenina aumenta a atividade de enzimas antioxidantes que ocorrem naturalmente no organismo, evitando a ação de radicais livres, que são danosos aos tecidos.

Este ativo está presente nos produtos abaixo:

« Voltar para Glossário

Fique por dentro das novidades!

Inscreva-se para receber em primeira mão novidades sobre a Bel Col e o mercado da beleza.

Obrigado por se inscrever!

Pin It on Pinterest

Share This
Iniciar chat
1
Mais informações
Olá! Estou à disposição para qualquer informação!